CD Paraíso Escondido

Ês  ê um mensagem humilde pa um Pôv humilde
Um mensagem pa tud Cabverdian

Quês mensagem um ta realiza um grande sônh
Nha sonh de tcha na mundo um recordação…
Um recordação d’ Toy Djack Cacai.

Aos 80 anos, e com o lançamento do seu Álbum “Paraíso Escondido”, Toy Djack realiza um sonho há muito  acalentado.

A morna “Bô era tudo na nha Vida“, é uma  singela homenagem à falecida Esposa, Armanda Santos (Manduca).  Sem nunca  esquecer a
Companheira, a morna “Dispidida” tem também um significado especial. Esta  retrata a angústia da hora da partida, tantas vezes enfrentada durante os longos  anos de emigração.

O álbum é um hino à Ribeira  Prata, terra que viu Toy Djack nascer, crescer, mas também ausentar… e finalmente regressar com esta mensagem rica, retratada primeiramente nos temas “Paraíso Escondido”, “Ribeira Fresca”, “Sofrimento” (não obstante o título),  e também Dispidida. Mas Rotcha Sribida não foi esquecida, e a ela são também  dedicadas algumas palavras na Morna “Ribeira Fresca”.

O álbum é também S. Nicolau; e a coladeira de  mesmo nome diz tudo. Mas o nome de S. Nicolau e sua gente são também clamados  através de outros temas como “Festa di Pipitinha” e “Rapazim di Rabona”.

Com a morna “Vida sem Droga” traz uma  mensagem singela à Sociedade Caboverdiana e à nossa juventude em particular,  estas que têm para
ele um significado muito especial. A elas são dedicados ainda  os temas “Bordera” e “Conta-Kilometro”. – Pelo seu conteúdo,  deseja-se
que esta mensagem toque de alguma forma outras  culturas.

Finalmente, e como o próprio Toy Djack diz; – “Caboverdiano  na qualquer parte d’mundo onde q’bô sta, obi ess mensagem c’tudo amor e carinho,  pamod el ê um mantenha c’um ta mandob”.

Ficha Artística

Para a gravação do CD, Toy Djack pôde contar com um elenco de luxo, e sente-se muito orgulhoso pelo facto de ter envolvido as suas netas Hedine Cilene e Mara Cristina.

Letra e Música de António Joaquim dos Santos (Toy Djack)

Músicos Participantes:

Toy Djack –Voz e Poesia
Zé Paris –Baixo
Tey Santos –Percussão
Yanick Almeida – Flauta
César Costa– Violino
Hédine Cilene Gomes – Coro
Mara Cristina Gomes – Coro
Voginha –Violão nylon e aço, viola de dez cordas, cavaquinho e assobio
Arranjos e Produção Musical – Voginha

Album Gravado no “Le Studio Mindelo”

Engenheiro do Som – Hernani Almeida

Mistura –Jorge Nunes e Hernani Almeida

Fotografias – Laurindo Santos

Lançamento

No dia 22 de Agosto de 2012 (4ª Feira) Toy Djack fez no Centro Cultural do Mindelo o Lançamento do seu Álbum “Paraíso Escondido”, álbum esse que chegou ao Mercado em meados de Junho. Veja a Reportagem da TCV sobre o evento.

Rodeado de Familiares e amigos, e dividindo o Palco com as Netas Hedine Gomes e Mara Gomes, Toy Djack contou com o suporte da Banda que o acompanhou na gravação do CD, comandada por Voginha e composta ainda por Tey Santos, Zé Paris, César Costa e Yanick Almeida. Para o evento a Banda pôde ainda contar com o suporte de Djassa (Cavaquinho) e Jorge Almeida (Violão).

Presentes ainda o Paulino Vieira e o Tito Paris, este último que homenageou Toy Djack interpretando a morna “Mar Azul”.

 

Irmãos “AEFLAAI & J”
2012

Please follow and like us:
0
Facebook
Twitter
Google+
http://ribeiraprata.com/cd-paraiso-escondido">
Follow by Email
RSS